Dicas para evitar que seu cachorro descasque

Dicas para evitar que seu cachorro descasque

Veja as folhas dos cães

Latir é um sistema de comunicação natural em cães e pode fazer isso por razões muito diferentes em diferentes situações. Para evitar que o cão latir, é preciso primeiro conhecer as causas que o causam.

Por outro lado, é importante notar que quando um cão tem esse hábito bem ancorado, geralmente é muito difícil modificá-lo . Para evitar que o seu cão latir, você deve ser muito paciente e compreensivo.

Este artigo lhe dará algumas dicas para evitar que o seu cão latide, mas lembre-se de que, nos casos mais graves, você deve idealmente ir a um especialista para lhe dar orientações sobre o seu caso. Leia mais:

Também pode interessar-lhe: o que fazer se for picado por uma cobra?

causas

Para resolver o problema, primeiro você deve identificar corretamente as causas que causam a casca, então detalhamos as mais comuns:

  • Estresse : Antes de começar, você deve se certificar de que suas necessidades estão 100% cobertas, respeitando assim a sua liberdade e bem-estar. Nós falamos sobre passeios, refeições e o relacionamento com seu dono, entre outros. Se uma de suas necessidades básicas não estiver sendo atendida, isso pode fazer com que seu cão liberte o estresse acumulado. Em casos de estresse extremo, abuso, solidão excessiva, falta de espaço ou frustração, o latido será sua única rota de fuga para expressar sua tensão.
  • Solidão excessiva : Os cães são animais sociais, precisam se comunicar constantemente e interagir com seu ambiente e, especialmente, se são cães muito ativos. Na natureza, um cachorro viverá com seu bando 24 horas por dia e ele estará relaxado, pois ele sempre terá alguém para observar, mastigar e brincar. Pergunte a si mesmo se você dá ao seu cão tempo suficiente em casa, e se ele ficar sozinho muitas vezes, talvez você devesse arranjar um novo parceiro ou dar brinquedos para ele para distraí-lo. No entanto, antes de adotar um novo animal, você terá que resolver o problema porque seu animal de estimação terá que ficar sozinho às vezes. O problema pode ser agravado se houver vários cães na mesma área que estão nas mesmas condições que podem se espalhar entre si.
  • Ansiedade de Separação : Este problema pode estar relacionado à solidão excessiva, e ocorre quando o cão é deixado sozinho em casa desacompanhado. Alguns cães canalizam a ansiedade de separação ao morder móveis ou latir. Se assim for, o ideal é usar um brinquedo Kong para tratar a ansiedade da separação e tentar dar ao seu animal de estimação o que é necessário para o seu bem-estar, tranquilidade e conforto.
  • Baixa socialização : Mesmo os cães que são constantemente acompanhados e entretidos podem às vezes latir em objetos, veículos e pessoas. Por quê? Se o seu filhote não for socializado adequadamente, ele pode desenvolver medos de certos estímulos (crianças, bicicletas, outros cães ...). É muito importante resolver este problema com um profissional. Informe-se bem.
  • Entusiasmo : Existem tipos muito excitantes de cães e jogadores que não podem evitar latir em certos estímulos. Geralmente isso acontece quando eles brincam com outros animais, descobrem coisas novas, fazem algo que gostam, recebem muita atenção em sua própria casa. Eles podem até mesmo urinar com emoção. Nesses casos, é melhor recompensar as atitudes calmas do cão e evitar repreendê-lo.
  • Frustração : Este é um problema muito importante e deixando seu cão sozinho em um ambiente onde ele não pode fazer nada de errado. Ele precisa explorar, ter seu próprio espaço e viver sua vida em silêncio. Dê-lhe brinquedos adaptados, jogos de inteligência, pratique com ele truques que o farão se divertir, etc. Brincar com luzes de laser que nunca conseguem captar, por exemplo, é também uma fonte de frustração.
  • Treinamento Inconsciente : Muitos donos inadvertidamente recompensam o latido de seus animais em situações específicas, mas o problema ocorre quando o cão usa constantemente a casca para reivindicar uma recompensa e assim generaliza o latido em vez de usá-lo para situações específicas.
  • Herança : algumas raças de cães são condicionadas pela genética e tendem a latir. É comum em cães Chihuahua ou pequenas raças, mas também em alguns cães de caça.
  • Territorialidade : Se o seu cão late quando ele ouve a campainha, você deve saber que é uma atitude de automonitoramento em sua natureza. Ele avisa que há alguém esperando por você para verificar se está tudo bem. Em princípio, essa atitude deve ser informativa. Alguns latidos são normais e aceitáveis ​​como parte da condução normal e saudável de cães. No entanto, se o seu cão late excessivamente e repetidamente sempre que alguém está na porta, ele pode ter um problema de territorialidade.
  • Problemas de saúde, surdez e velhice : alguns cães com idade perdem a audição ou visão, por isso podem latir, é por causa da velhice. Descubra com YourPetsBestFriends o cuidado de um cão mais velho. Lembre-se de que esses cães precisam de cuidados especiais e conforto por causa de sua condição. Você deve mostrar compreensão e respeito para com o cão mais velho.
  • Medos : Alguns cães, tendo experimentado experiências traumáticas, têm um medo palpável de certas situações, pessoas ou objetos. É muito importante tratar esses casos com paciência e entender que o animal só está latindo para se proteger do que considera "perigoso". Confira algumas dicas para cães tímidos e comece a trabalhar com ele para fazê-lo gradualmente aceitar seus medos, tentando fazer experiências novas e mais positivas. Esse processo pode levar tempo e ele provavelmente nunca se livrará de seus sentimentos de insegurança e medo.
  • Problemas com outros cães : Os cães podem latir por muitas razões diferentes: alegria, brincadeira, medo, socialização ruim ... As causas são infinitas e devem ser corrigidas lenta e pacientemente, recompensando atitudes que positivas e tentando não expô-lo a situações que lhes causam estresse severo. A chave para evitar que o seu cão lamente para outros cães é identificar corretamente a causa que está causando o latido. Nestes casos, especialmente se o seu cão reage a outros cães, ele vai ver um profissional.

Desta forma, você será capaz de identificar corretamente se é uma causa específica ou se você deve reprimir ou repreender o seu cão antes de começar a trabalhar com ele, você deve conhecer todas as causas que desencadeiam o latido.

causas

Dicas para evitar que seu cachorro descasque

Se você não tem certeza da causa (ou causas) que fazem o seu cão latir, o ideal seria ir a um profissional para orientá-lo e ajudá-lo. Por quê? Muitos donos acham que seu cachorro está latindo agressivamente ou quando está com medo. Outros podem pensar que o cachorro está tentando atrair a atenção quando a causa real é a solidão excessiva.

Por esta razão, se você não tem experiência ou não sabe exatamente o que está acontecendo com seu melhor amigo, o mais apropriado é ir ver alguém com experiência neste tipo de situação.

Além disso, lembre-se que todas essas técnicas são válidas e que você pode encontrar algumas dicas na Internet. Em alguns casos, os métodos usados ​​(anti-latidos, repressão, exposição forçada a estímulos que o cão tem medo, etc.). .) pode causar um agravamento do comportamento e levá-lo a latir mais.

Aqui estão algumas dicas e truques que promovem o bem-estar de seus animais de estimação e ajudam você a tratá-los melhor. Essas diretrizes são comumente usadas em cães com problemas severos de estresse para que possam sentir a paz e se comportar melhor:

  • Promover a tranquilidade e relaxamento do cão em casa e no exterior. Massagens, abraços e guloseimas são bons incentivos para fazê-lo entender o que você espera dele.
  • Muitas pessoas repreendem seus cães quando latem e às vezes até o atingem (ou dão-lhe alguns chutes) para tentar impedir esse comportamento. Esse tipo de atitude só vai agravar o comportamento do animal e causar-lhe uma sensação de estresse e tristeza.
  • Cães com sérios problemas de estresse se beneficiarão de exercícios e jogos com um Kong, por exemplo. Não se esqueça que o cão leva cerca de 21 dias para eliminar completamente o estresse acumulado em seu corpo. Você deve ser muito paciente e amoroso para tentar melhorar sua situação e entender que é um problema que causa desconforto. Cães que sofrem de estresse não devem ser submetidos a punição, nem ser diretamente expostos a seus medos ou a estímulos intensivos.
  • Se seu cachorro estiver latindo na rua quando ele encontrar outros cães, tente não puxar a coleira (já que o cão sentirá a tensão) e continue a caminhada como se nada estivesse acontecendo. Você deve ter uma atitude calma e firme para o seu cão notar também. Sempre esteja atento à sua segurança e bem-estar.
  • Você também pode tentar distraí-lo com guloseimas quando o estímulo que causa seu latido (um sino, outros cães ...) aparece. Peça-lhe para se sentar e fazer truques enquanto o recompensa é uma boa maneira de acabar com a situação.
  • Confrontado com uma situação muito estressante, se você não pode distrair o ideal é ir se você puder. Quando o cão encontra algo que causa medo ou insegurança, aumenta seu nível de estresse, que é contraproducente para resolver esse problema.
  • Tente andar com ele às vezes e mantenha a calma para evitar situações estressantes, uma vez que você tenha visto melhorias, vá a lugares ou a tempos de atividade anteriormente estressantes para ele. Este ponto é muito importante e ajuda muito a promover a tranquilidade do cão. Idealmente, deixe seu cão cheirar tudo o que ele quer e faça da caminhada um momento de verdadeiro prazer.
  • Não force contato ou interação com outros cães ou pessoas, a menos que você queira, quando estiver pronto para ir em frente e socializar. Forçar um cão a interagir com seus medos pode ter um impacto negativo no animal e até mesmo provocar agressão e medo extremo.
  • Varie suas técnicas de relaxamento e prazer. É uma boa maneira de melhorar o bem-estar do seu animal de estimação. Além disso, a prática de diferentes atividades ajuda a mudar sua rotina de latir e a descobrir novas experiências. Enriquecer a vida do animal que te faz feliz ajuda a evacuar seus medos.
  • Seguir todas essas diretrizes regularmente fará com que seu cão responda melhor, no entanto, você deve ser consistente e se concentrar nos pontos positivos. Não faz sentido forçar seu animal a fazer algo que ele se recusa a fazer.

Você nunca deve usar coleiras de estrangulamento ou elétricas. Isso pode tornar um cão muito preocupado e agressivo ou mesmo perigoso para você ou sua família.

Lembre-se de que cada cão é diferente e que essas dicas podem não funcionar a cada vez . Se a sua situação é realmente séria, você deve consultar um especialista que entenda as causas e que irá aconselhá-lo sobre como aplicar essas técnicas.

Dicas para evitar que seu cachorro descasque

Se você gostaria de ler mais artigos semelhantes a Dicas para evitar que seu cão latisse, recomendamos que você confira a seção Problemas de comportamento.